Publicidade

sábado, 27 de março de 2010

Policial Militar é carregada por manifestante em SP

Reproduzo, abaixo, texto de Leandro Fortes sobre a fotografia de Clayton de Souza, da Agência Estado. Na foto, uma Policial Militar é carregada por um dos professores que participavam da manifestação reprimida pela milícia do José Serra.

Por Leandro Fortes

Muito ainda se falará dessa foto de Clayton de Souza, da Agência Estado, por tudo que ela significa e dignifica, apesar do imenso paradoxo que encerra. A insolvência moral da política paulista gerou esse instantâneo estupendo, repleto de um simbolismo extremamente caro à natureza humana, cheio de amor e dor. Este professor que carrega o PM ferido é um quadro da arte absurda em que se transformou um governo sustentado artificialmente pela mídia e por coronéis do capital. É um mural multifacetado de significados, tudo resumido numa imagem inesquecível eternizada por um fotojornalista num momento solitário de glória. Ao desprezar o movimento grevista dos professores, ao debochar dos movimentos sociais e autorizar sua polícia a descer o cacete no corpo docente, José Serra conseguiu produzir, ao mesmo tempo, uma obra prima fotográfica, uma elegia à solidariedade humana e uma peça de campanha para Dilma Rousseff.

Inesquecível, Serra, inesquecível.



17 comentários:

Amanda Carvalho disse...

Hahahaha...
Tava passeando por aqui e poderia imaginar QUALQUER coisa que pudesse me agradar, QUALQUER COISA mesmo... Mas isso é mais, muito mais.
É bom lembrar que todos estão sujeitos a precisar do outro, caso não lembre, pode ser que mais um episódio como esse aconteça!
LINDO, muito lindo!
rsrsrs

politicthings disse...

Humberto...
Parece haver uma dúvida no ar quanto ao socorrista da PM ferida ser mesmo um professor da "manifestação" ou um outro PM à paisana.
Não importa, no fundo.
Realmente importante é que não há dúvida de que foi um "professor" manifestante que deu a paulada no rosto da policial, não é?
Se é que um professor partiria para esse tipo de "manifestação"...
Você me entende, não é? eu como professor não estaria reivindicando coisas com pedras e paus na mão, em local onde é proibido manifestações, e com uma comissão me representando lá dentro do palácio. Bastaria a GREVE, não é, Humberto?

Val disse...

GILBERTO DIMENSTEIN, DA FOLHA, RECEBEU MAIS DE R$ 3,7 MILHÕES PARA BAJULAR DEMOTUCANOS

Tá no Blog NaMaria News

O baba-ovo profissional Gilberto Dimenstein, o Gibinha, membro do Conselho Editorial da organização mafiomidiática Folha de S. Paulo, é também o dono de uma certa Associação Cidade Escola Aprendiz, empreendimento supostamente dedicado a "criar e articular oportunidades que fortaleçam a educação integral de crianças e jovens por meio da utilização de tecnologias sociais inovadoras".

Em operação desde 1997, o negócio de Gibinha só deslanchou mesmo a partir de 2006, quando o tucano Zé Chirico elegeu-se governador de São Paulo e o demo Kassab herdou a prefeitura da capital paulista. Curiosamente, foi a partir daquele momento que os artigos e comentários de Dimenstein na Folha e na CBN (do Sistema Globo) adquiriram a tonalidade castanha que os distinguem até hoje.

A lembrança daquele repórter audaz da Era Collor esmaeceu-se definitivamente quando Gibinha passou a assinar toletes com os títulos "Parabéns, Serra" e "Professores dão aula de baderna", como exemplo.

A coleira de Gilberto Dimenstein, no entanto, não foi comprada numa pet shop qualquer, não. Segundo o rastreamento feito pelo blog NaMaria News, publicado ontem, Gibinha recebeu, de 2006 até o momento, nada menos que R$ 3.725.222,74 em bondades da prefeitura de Kassab e do governo estadual tucano.

Tudo informado pelo nosso jornal favorito, o Diário Oficial, que o
Blog NaMaria News exibe aqui.

politicthings disse...

Mais uma vez estou aqui Humberto, prestigiando com um mínimo de audiência o seu abandonado blog.
Como você acompanha bem de perto essa greve de "professores" aqui em São Paulo, já deve saber a essa altura que o "professor" que carregava a policial militar na tão poética foto não é mesmo professor e que não fazia parte da "manifestação", não é mesmo? Já que acompanha de perto, deve ter visto os organizadores da baderna declarando a real intenção dessa greve.
Mas deve mesmo achar que os fins justificam os meios (como todo bom esquerdista) e que está tudo certo! Você deve mesmo achar que a Bebel está mais é de parabéns em utilizar essa máquina chamada apeoesp para garantir a eleição de Dilma Roussef.
O incrível é que nem corado de vergonha você fica mesmo, não é?

politicthings disse...

Amanda,
é de estarrecer a alegria, o verdadeiro júbilo que essa foto despertou em tanta gente! mas a tal "beleza poética" vai embora quando fica revelado que o "professor" que carrega a PM é na verdade um policial também!
E aí a coisa ganha matizes de "é ditadura","métodos nazistas de infiltração"...
Incrível a cegueira vocês!sempre se considerando superiores!

Humberto Carvalho Jr. disse...

Caro professor covarde de pseodônimo Politicthings,

Ainda que o meu blog de fato estivesse abandonado como você afirma, estaria bastante feliz pelo efeito que ele tem causado em você. Quanto mais náuseas o Imprensa Marginal lhe causa, mais se mostra necessário.

Não vejo necessidade de rebater esse seu festival de baboseiras. Graças à internet, as pessoas hoje têm acesso às informações deliberadamente ignoradas pela "grande" imprensa. Assim, ficamos sabendo, por exemplo, dos esforços do governador José Serra para tentar acabar com todas as manifestações dos professores grevistas (como os ônibus barrados no caminho, ou a dura repressão aos que conseguiram chegar).

Fotografia de Clayton Souza

É verdade. Com as novas informações sobre os personagens que compõem a imagem do fotógrafo da Agência Estado, a fotografia ganha um outro significado, porém não menos signifificante. E é isso que você, defensor inquestionável dos demotucanos, se antecipa em criticar.

Comparo a sua posição a de um garotinho que derrubou o vaso chinês do pai, a quem contará o episódio com uma das mãos estendidas, esperando o provável castigo.

O que estaria fazendo numa greve de professores, um policial barbado e de mochila nas costas (à paisana)? A Constituição Federal permite tal ação?

As repressões policiais não costumam ser com palmadinhas na bunda ou tiros com pétalas de rosa. Como você acha que devem reagir os manifestantes que recebem chutes e cassetadas da PM? Talvez, um "me desculpe por colocar o meu traseiro na ponta de sua bota" ou "por encostar com tanta força a minha costela em seu cassetete".

É uma pena que a paulada tenha atingido um simples trabalhador, criminoso apenas por cumprir ordens superiores. A paulada seria muito mais interessante se estalasse na cara de um dos oficiais mandantes ou do governandor fascista que ordenou a repressão.

É esse o tipo de democracia que os demotucanos querem para o Brasil. Impossibilitados de governar no consenso, usam da força. Isso explica porque a mídia corporativa não mostra a realidade dos estados governados pelos políticos do PSDB e ex-PFL (DEM).

Você, Politicthings, que deveria se envergonhar de pensamentos tão retrógrados, ainda mais quando se diz um professor. Mas, enfim, como cobrar posições sensatas de uma mente tão enferrujada a sua?!

politicthings disse...

UEBA! Vamos lá!!

Eu não me digo professor... eu SOU!

E você está tão cego com sua ideologia de apostila que nem consegue pensar.

Primeiro: você falou em Constituição. Pois bem, existe uma LEI que proíbe manifestações nas imediações da sede do governo do estado de São Paulo. A turma da Bebel deliberadamente invadiu essa área para fazer protesto (leia-se: CAMPANHA ELEITORAL - isso é CONFESSO, procure os vídeos). Não foi a PM que correu atrás dos seus "professores".

Segundo: professores não usam paus e pedras, usam giz! e ao contrário do que você diz, têm todo direito de fazer greve e de se manifestar. Eles fecham a Paulista toda hora e não rola uns cassetetes por lá, né? Aí não tem foto na sua "grande imprensa" pra mostrar né? um professor sangrando seria o máximo para vocês usarem na campanha ILEGALMENTE antecipada do PT! Mas o que se viu foi um dos "professores" heróis carregando uma PM ferida (pelos coleguinhas do "professor") e isso seria o máximo de novo!!
(vai contando orelhudo, já são duas ilegalidades). É só procurar um pouquinho e vc descobre quem são esses professores que teimam em querer aparecer mesmo quando já havia uma comissão negociando DENTRO do palácio!

Vem cá rapazinho... eu sei o que é greve, e isso que estão fazendo aqui é terrorismo eleitoral, bicho! VOCÊ SABE MUITO BEM DISSO! e NÃO TEM CORAGEM nem de corrigir o seu post, informando corretamente que o barbudinho de mochila carregando um servidor público em serviço (que vc ainda chama de criminosa!!) é também ele um PM!!

Olha.. e para vc ter uma boa desculpa para não publicar esse meu comentário, COVARDE É VOCÊ, pau mandado!

jack_mp5 disse...

Humberto, acredito que você não compreendeu o que o cara das "coisas políticas" quis dizer. Ele não estava defendendo o PSDB, muito pelo contrário.
Investigações sobre esta foto têm mostrado que o rapaz barbudinho e de mochila que carregava a jovem policial quase que intacta em seu colo se trata de um policial infiltrado no movimento grevista. Não sei a qual universo marginal vc está inserido, mas isso é uma pratica corriqueira, principalmente do governo de SP para obter ricas informações e desmantelar movimentos radicais. Daí a comparação que ele fez com práticas ditatoriais de repressão e etc.
É o facismo, meu caro. O facismo batendo à nossa porta, principalmente em SP.

Humberto Carvalho Jr. disse...

Sr. covarde de pseudônimo Politicthings,

Não posso debater com uma pessoa tão covarde (não só por usar um pseudônimo para assinar discursos reacionários que não tem coragem de assumir)que chama professores de baderneiros, ainda se diz professor.

Você tem um diploma. Daí, ser educador é bem diferente. Um covarde com a mente tão doentia como a sua não pode ser um professor.

"Professores não usam paus e pedras, usam giz", você disse. Em uma manifestação reprimida qual o peso de um giz como ferramenta de defesa? Que tal tacar um giz num policial (esse, sim, brucutu)? Creio que um giz não causará nenhum dano que possa diminuir a truculência policial.

Você parece mais um saudosista do regime militar. Deve chamar de revolução o golpe de 1964. Isso fica claro quando você defende a posição do policial à paisana, afirmando que trata-se de um "servidor público em serviço".

Um PM disfarçado de professor, infiltrado em uma greve de categoria... Me diga qual as circunstâncias em que a nossa Constituição permite tal ação de "um servidor público". De acordo com a Constituição, o dever dos servidores públicos é dar segurança aos manifestantes (Art. 5º, XVI).

Lembre-se de que vou postar todos os seus comentários. Mesmo que só tenham ofensas.São ótimas aulas (você disse que é professor, não) sobre a existência do pensamento mais conservador em nosso país. É sempre bom ver como as manifestações populares embrulham o estômago de vocês. Fico feliz.

Seria melhor você criar um blog para fazer comentários como os que anda deixando em alguns blogs assim. Era só colocar seu nome verdadeiro e pronto. A internet também permite aberrações como você. Mas você deve ter medo de ser processado pelos seus preconceitos ou afirmações insolentes.

Enfim... Uso meu nome e meu registro. Todas as minhas posições são assinadas e passíveis de críticas e processos judiciais. Não é o seu caso: um covarde, que se diz professor, por trás de um nome falso.

politicthings disse...

Seu conceito de democracia é tão torpe que você não aceita a convivência com conservadores, sendo eu conservador ou não!
E é tão petulante que não se dá o trabalho de pensar. Estou começando a achar que vc não tem mesmo capacidade para tal!

É incrível a capacidade de inversão de bolas que vocês tem! Agora a PM no colo do professor virou "intacta"!! DEUS! Deve mesmo ter sido uma armação!que o serra mandou fazer para detonar com os professores! Então eles (os milicos burros) pensaram: "vamos tirar uma foto de um manifestante carregando uma vítima da PM!" "depois a gente divulga que o salvador na verdade é da PM, e os baderneiros quebram a cara!" QUE PLANO AUDACIOSO!!
Ou melhor... eles colocam no meio dos "professores" uns infiltrados que mandam pedra nos policiais, para justificar as bombas de efeito moral que os brucutus estão doidos pra jogar nos manifestantes!
Cara! isto é surreal!

Agora.... espera um pouco... por que minha mente é doentia???afinal, O QUE EU DISSE DE DOENTIO? eu por acaso falei algo como "PORRADA NELES!"? por acaso de tudo que escrevi para você eu fiz alguma menção de incentivo a ilegalidade ou à violência????? PROVE que eu disse algo monstruoso? Humberto... você sofre do mesmo mal dos fascistas, nazistas, comunistas: nenhum deles admite o contraditório! na China recebem bala. Em Cuba e na Venezuela, mofam nas prisões. Na Itália e Alemanha foram para os fornos.
Neste país se diz qualquer coisa. Bem, se for algo pró-esquerdas, não é? vai alguém ser um pouco mais conservador, ser contra o aborto por exemplo... já é tachado de "reacionário"!
No fim, você e os "blogs que atacam o fascismo demotucano" estão apenas deturpando a realidade! você nem ao menos mudou a chamada desse post, mesmo sabendo-a falsa!
Já não sinto náuseas lendo o que vc diz! passei a me divertir! a rir muito de sua obtusidade. TODAS as suas brilhantes conclusões a meu respeito estão ERRADAS! TOTAS preconceituosas!
Leia de novo tudo que eu escrevi. Com menos preconceito. Verá que estive sempre em busca da verdade! desde o primeiro post que comentei lá no Bourdoukan. E desde aquele momento vc só fez me transformar em um ícone. Virtualmente um ícone a ser eliminado! já pensou se eu tivesse mesmo um nome de verdade?

Humberto Carvalho Jr. disse...

Ao professor anônimo que atende por Politicthings,

Ao menos, você apresentou agora uma atitude honesta. Assumiu-se conservador. Isso você pode, sim, assumindo o preço de sua posição.

Não disse que teve armação para a fotografia ou que a policial estava intacta (leia novamente, acho que foi o Jack). Comentei apenas sobre a incosntitucionalidade do policial infiltrado em movimentos sociais.

Não desejo que você seja eliminado. Mas, felizmente, os conservadores não serão muitos lgo em breve. Não que eu queira, mas os seis anseios conservadores são obstáculos para uma sociedade mais justa e igual. E só por isso é que suas idéias são tão criticadas pelos que divergem da "grande" imprensa, um dos setores mais conservadores da nossa sociedade.

Parece que chegamos a um acordo justo. Você se assume um CONSERVADOR (isso tem um preço), eu um militante de esquerda. Jamais exigiria que você se afirmasse um militante de direita. Afinal, nem os políticos de direita têm coragem de fazê-lo.

politicthings disse...

ah! que difícil! você TEM que rotular mesmo??? e qual o "preço" que tem em ser conservador? por acaso ser "militante de esquerda" é "avançado"?
Viu como vc simplesmente coloca uma pecha nas pessoas e pronto?! quem é "militante de esquerda" como vc pode se orgulhar e quem não é está fadado à extinção?
Quanta prepotência! Você acha que ser militante de esquerda é o único caminho para uma sociedade justa? pois eu não acho! E basta uma espiadinha nas nações socialistas para ver que esse modelo é furado! E olha que eu ainda não lhe disse qual é o modelo que eu imagino, VOCÊ é que já tirou todas as conclusões que quis.
Humberto... sabe de uma coisa? apesar de toda nossa diferença, há uma coisa comum: nós dois queremos um mundo JUSTO!
Preste atenção nas críticas que eu fiz...
Nesse caso dos professores, eu estou simplesmente contra a utilização política do que seria uma greve! VOCÊ sabe que essa arruaça que estão fazendo não tem nada a ver com direitos dos professores. E isso é DETONAR com as leis, com a justiça, com a sinceridade!

Humberto Carvalho Jr. disse...

Caro professor de nome falso,

Felizmente, desejar um mundo mais justo nãe é o suficiente para nos fazer parecidos. Todos dizem querer um mundo mais justo e menos desigual. Daí, o conservadorismo cujo assumiu-se adepto significar um atraso. Os conservadores não desejam mudanças, sobretudo quando elas ameaçam suas posições confortáveis.

Como tornar o mundo menos desigual sem distribuir as riquezas?

Como será possível distribuir renda sem que os ricos percam alguma coisa?

Como criaremos uma nação mais justa com tamanha desigualdade, sem que os pobres tenham a mesma oportunidade dos ricos?

Como avançar na construção de um país mais justo e igual com idéias (e ideais) conservadores?

Como mudar conservando?

Assumir-se um militante de esquerda tem preços altos, muitas vezes mais caros que a posição de um conservador ou reacionário. Sei disso, e pago o preço. Mas não vejo seu nome assinar seus comentários (conservadores ou reacionários).

As nações socialistas não são o BBB para você dar uma espiadinha. Você poderia perceber que você tem informações sobre as nações socialistas pela perspectiva (lentes) de um sistema capitalista. Você não achou que eles iriam mostrar as políticas bem sucedidas das nações socialistas, não é? Seria muita ingenuidade.

Assim como em países que adotaram o socialismo como modelo político não aceitam com facilidade as medidas positivas de um regime capitalista, os países capitalistas ignoram as medidas socialistas. Isso não é novo.

Educação pública de alta qualidade, um dos melhores sistemas de saúde pública do mundo, baixos índices de criminalidade. Desejos muito comuns em qualquer lugar do mundo, e tudo isso numa ilha, Cuba, que sofre 50 anos de embargo econômico da maior potência capitalista do planeta.

Então, além dos problemas de liberdade civil, quais dos benefícios sociais acima a mídia brasileira já ressaltou em seus noticiários. Nenhum.

Vivemos numa Democracia (diria plutocracia, e não somos exemplos nem em Direitos Humanos (liberdades civis) nem nas obrigações cumpridas pelo estado cubano.

Cite um país sequer que, apesar de hoje ter um governo de direita, não tenha uma militância de esquerda por trás da consolidação das medidas mais benéficas para a solução de problemas sociais. A história da direita é de ditaduras sangrentas. Não somente no Brasil ou em toda a América Latina. No mundo inteiro.

Quando vocês conservadores (anti-comunistas) citam nomes de totalitaristas socialistas, esquecem-se dos governantes liberais, fascistas como o Berlusconi, o Sarkozy, o Uribe, Shimon Peres, Bush e tantos outros que não caberiam neste post. Todos violadores dos Direitos Humanos. Mas eles são propositalmente esquecidos.

Apesar de não haver liberdade de imprensa na Itália, a Globo não o chama de ditador.

A ONU divulgou as principais lesões aos Direitos Humanos, cometidas pelos EUA. Dentre elas é citada a falta de liberdade política. O que são os presos na base de Guantánamo, pessoas pressas sem nenhuma acusação formal, não são presos políticos? Alguma acusação de ditadura nos EUA? Cadê a tal Democracia, então?

Não é essa democracia que desejo para o meu país.

Não insista. Somos diferentes!

politicthings disse...

Aiai Humberto! é ÓBVIO que somos diferentes! Somos TODOS diferentes! e é por isso que eu não acredito numa sociadade igualitária! Reparta hoje toda a riqueza do planeta e não dou um ano para tudo estar desigualmente distribuído novamente!
Não sou perverso como vc imagina! meu "conservadorismo" não é querer que fique tudo igual. Isso é uma palavra apenas, e não tenho culpa se o mundo na sua cabeça está dividindo as idéias em apenas dois tipos! Há muita coisa aí no meio desses dois extremos, Humberto!
Eu certamente não me encontro em nenhum deles.
Se imagina que eu acho justo uma família (bem conservadora, né) como o clã sarney mandar e desmandar num estado tão miserável e ao mesmo tempo roubar e manipular e controlar eternamente, vc não sabe nada sobre mim.
Se imagina que eu acho justo que haja crianças trabalhando em vez de brincar e estudar, se imagina que eu vejo com alegria um Estado corrompido, onde os recursos não chegam a quem mais precisa, não sabe mesmo nada sobre mim. E as coisas não são tão simples!
Você acha que só porque eu não concordo com o SEU caminho para um mundo mais justo então o MEU caminho não poderia chegar nesse lugar?
Ah, Humberto! os dois sistemas (o capitalismo e o socialismo) geraram - GERAM - milhões de mortos, milhoes de oprimidos. Os dois sistemas tem seus grandes problemas. Talvez nenhum dos dois seja o jeito certo!
Eu não estou atacando suas intenções e acho que vc não tem o direito de esculachar com as minhas!
Você nada sabe sobre minha "situação confortável".
Fico pensando aqui... se eu tivesse nascido em Cuba... estaria numa prisão? Você tendo nascido aqui, está preso por subversão? Pois essa é uma diferença que eu vejo em favor da DEMOCRACIA! VOCÊ é aceito aqui de maneira que EU não seria aceito em Cuba. E digo a você: não tentaria derrubar o fidelito a força. Mas exigiria minha liberdade para ir morar onde eu bem entendesse!
Até em Miami (ECAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!)
Eu acho o fim da picada se no final das contas nós dois não nos aceitarmos! Eu não contesto os problemas que vc colocou em relação ao capitalismo. Afffff, como eu detesto ter de ficar o tempo todo dividindo o mundo assim!
Tenho um conceito de justiça que talvez esteja muito longe do seu. Nos sítios socialistas os carinhas do partidão sempre comem e bebem e guiam e vivem MAIS igual do que o povo, não é? Têm (na verdade eles se dão) esse direito porque deram ao povo escola, comida, saúde mas nenhum direito de escolher! Isso é "justo"?
Como não é o fato de qualquer pessoa não ter uma BASE, direito à educação, segurança, saúde e mesmo cheio de iniciativa ver-se privado de condições de realizar seus sonhos! de realizar a sua DIFERENÇA!
Quero ESSE mundo, Humberto! um mundo onde o sucesso de uma vida não seja função de "posições sociais", mas fruto da dedicação de cada um ao seu próprio futuro. Quero um mundo onde NINGUÉM seja privado da chance de crescer, da maneira que bem entender, para onde achar melhor!
Aí, num mundo assim, sendo respeitados os direitos de todos, cada um poderá viver da maneira que achar melhor!
é isso... ou quase isso... isso ainda dá muito, mas muito pano para manga! Estou aprendendo com você, veja só! e se você não se mantiver tão orgulhoso e inflexível, quem sabe até não aprende alguma coisinha comigo?

Só mais uma coisa (por hora, pelo menos!): Se depois de tantas coisas que escrevi, você ainda me chama reacionário, conservador, com todo esse ódio, deve entender porque não tenho um nome real! Minhas idéias na verdade não estão nem no seu mundo nem no mundo desses seus adversários! e é sempre um parto tentar explicar isso! Certos ambientes não me "permitem" essa liberdade toda de pensamento! De uma vez por todas... chega de referências ao fato de eu usar um pseudônimo, ok??

Humberto Carvalho Jr. disse...

Ao conservador professor de falso nome, Politicthings.

Caro professor, posso resumir em poucas linhas o que você tentou em muitas. Você quis dizer: prefiro ficar em cima do muro. É mais cômodo e seguro. Ainda assim não tenho coragem de assinar meus pensamentos. Podem me perseguir por isso, sabe? Por ser diferente...

Está bem! Está aqui a oportunidade de você explicar como políticas conservadoras podem ajudar a construir um mundo (uma rua que seja) mais igual. Para não ficar nesse lero-lero, sugiro que me liste pequenas (ou grandes) ações conservadoras com resultados positivos. Vamos lá!

Por exemplo, defendo a reforma agrária. Sei que você é contra. Então me explique como a concentração de terras (modelo das capitanias hereditárias) podem fazer justiça. Lembrando que todos os países desenvolvidos realizaram a reforma agrária.

Dois garotos disputam uma vaga na universidade de seu estado. Um estudou numa boa escola particular e sempre dispôs de bons materiais e tempo para cumprir as tarefas acadêmicas. O segundo garoto, após cumprir uma jornada de 8h em seu trabalho, seguia para a escola pública de seu bairro andando, pois não tem condições de bancar o transporte. Como falar de méritos, conforme você mencionou, neste caso. E, tenha certeza, ele se repete anualmente.

Professor, cite-me dois livros que você tenha, ao menos, que fale sobre o socialismo. Mesmo que sejam de autores neoliberais. Mostre-me que suas idéias não foram formadas apenas pelo panfletos e telejornais da "grande" imprensa, ou até mesmo no filmes americanos.

A verdade é que, geralmente pessoas que estão em cima do muro como você, quando o muro balança acabam caindo do lado dos opressores. E simplesmente pelo fato de ser mais cômodo, como antes, no muro. É sempre assim.

Por fim, tenho uma sugestão de leitura. Acesse o blog "Coturno Noturno", de um saudosista da ditadura militar. Aposto que vai se identificar. Leia antes de fazer o próximo comentário. Ele escreve exatamente o que você pensa. Experimente, vai se sentir melhor.

politicthings disse...

Aonde eu disse que sou contra a reforma agrária????? Eu disse sim ser contra a forma como ela está sendo (mal)feita!
Por acaso eu não acabei de dizer que quero um mundo onde as pessoas possam ter oportunidades? que as crianças devam TODAS ter acesso a escola?
De onde você tirou que eu apóio "políticas conservadoras" (seja lá o que venha a ser isso!)????
Eu acabei de dizer que não vejo as coisas dessa maneira... dois lados, um muro.. Desde o início vc vem me tachando de neo-liberal, de tucano, de demo, de conservador, do caramba a quatro. Não estou em cima de muro nenhum, muito menos aceito a simples opção dual que vc está colocando: ou se é justo e militante de esquerda, ou se é conservador, direitista, liberal e consequentemente injusto, cruel, acomodado, opressor, em suma, uma besta!
Opressor, eu???? VIRA ESSE DISCO, rapaz!
Não preciso ficar preso a essas duas visões míopes do mundo!
Já que entrou nessa de citar coisas... cite UM ÚNICO lugar onde um sistema socialista não foi (ou não é) opressor! Deu o exemplo de como em Cuba tem escola, saúde... lá você não é oprimido? Nem sair do país você pode! E isso não aprendi na grande imprensa golpista, não.
Me diz para ler o "Coturno Noturno"... nada! se quiser bebo na fonte dele, que você sabe quem é. Você é cria do "Conversa Afiada": aquilo sim é que é inteligência! Sagacidade e perspicácia pagos com o dinheiro do povo!

Anônimo disse...

Somos todos vítimas. Essa foto mostra bem isso.