Publicidade

quarta-feira, 17 de março de 2010

Serra é recebido com ovos em inauguração de escola em São Paulo

Por Humberto Carvalho Jr.

O possível presidenciável tucano, José Serra, foi recebido com ovos na inauguração da escola técnica Francisco Morato, na tarde desta quarta-feira (17). Em greve desde 8 de março, os professores, que vestiam camisetas da greve e portavam cartazes com críticas ao governador, reivindicam melhores salários.

Esta notícia você não verá nos veículos de comunicação telejornais da mídia corporativa, mas pode acessar no website da Rede Globo, o G1. Acredite, é diversão ganrantida.

6 comentários:

politicthings disse...

Humberto,
Dá para perceber por quê seu blog se chama "imprensa MARGINAL". Você que está aí na Bahia (puxa EXEMPLO de estado no que se refere aos políticos aí eleitos e sua administração, não é mesmo?) está meio distante do que acontece em SP. Será que você (tão informado quanto diz que é - que eu saiba você só lê apostilas mesmo) sequer leu a pauta de reivindicações desses professores? 34% de aumento, eliminação das provas e - na verdade é isso - aumentos por MÉRITO! Esses verdadeiros vagabundos CABOS ELEITORAIS estão fazendo arruaça! e aí vc vem dizer que isso tem GRAÇA? todo esse seu discursinho de um lado só, vc se acha o esteio da ética, não é?! Você parou para ver os "brucutus" de professores nessa baderna? você me dá NÁUSEAS!
(ah... e pode vir com sua tradicional resposta de que eu "pertenço" a classe dominante... você é RIDÍCULO!)

Humberto Carvalho Jr. disse...

Senhor do pseudônimo Politicthings,

Tenho o imenso prazer de publicar seus comentários. Eles são a prova do que alerto em cada post do Imprensa Marginal (consulte aqui o verdadeiro significado da palavra. Não seja ignorante.): sobre o perigo da concentração dos meios de comunicação de massa e da ideologia de seus detentores ampliada por tais ferramentas.

Embora seja um esforço desnecessário debater com você, tento não te deixar sem resposta. Alertei muito antes, você deve se lembrar, que pessoas que escolhem tomar posições como a minha, já estão habituadas a debater com reacionários como você. Apenas mais um. É isso.

Por isso não me espanta o fato de eu te causar náuseas ou qualquer outro sintoma parecido. Na verdade, estou orgulhoso de lhe causar desconforto. A intenção é pura e simplesmente essa, incomodar pessoas como você, de mente retrógrada.

Como estava dizendo, seus comentários são perfeitos para esclarecer o que pensam os políticos que você defende:

1 - Professores são vagabundos, "brucutus";
2 - Manifestantes são cabos eleitorais fazendo arruaças, baderneiros;
3 - Publicar textos defendendo os movimentos sociais são atitudes de bandidagem;

Você ainda acha necessário discutirmos alguma coisa? Devo lembrar que parece com as declarações do Boris Casoy em relação aos garis? Acho que não é preciso.

Mais: estou na Bahia, sim. Só para te situar, a administração atual, embora esteja longe do que costumamos cobrar de nossos governantes, não permite comparações com a antiga oligarquia que só nos gerou atraso. Se você realmente fosse informado não faria comentários tão insolentes.

E, talvez, a minha distância do local onde ocorreram as manifestações, Francisco Morato, seja bem menor do que você imagina. Você estava tão perto, mas não viu. Ou viu?

Em outro ponto você afirma que só leio apostilas, mais uma vez revelando a sua ignorância, desta vez referindo-se a uma resposta que te dei no blog do Bourdoukan.

Vou te explicar melhor. "Algumas apostilas nos separam" quer dizer que escalas de leitura nos tornam diferentes. E não aquelas apostilas escolares. Ainda que fossem elas, serviriam, sim, para distanciarmo-nos quanto ao nível de conhecimento. Apostilas, livros, vídeos, panfletos e até receitas de bolo são importantes para criar mentes críticas que, mais adiante, invalidarão discursos mesquinhos como o seu.

Bruno disse...

A luta de classes também se apressa em insinuar-se num blog...

politicthings disse...

Humberto,

Você poderia ao menos ter a hombridade de não colocar palavras na minha boca! Eu NÃO disse que os professores são brucutus... (estudei toda a infância em colégio público! hoje SOU PROFESSOR!)
Eu disse para vc ver nessa manifestação se vc encontra ali professores! PROFESSORES não atiram pedras e ovos; PROFESSORES não fazem essa baderna covarde; PROFESSORES não são esses brucutus fazendo terrorismo!
Por que vc acha que sabe tudo? que se informa melhor do que os outros? isso é realmente TÍPICO dessa laia! Você e seus companheiros não podem mesmo é com o menor contraditório! não importam os argumentos! Você é absolutamente incapaz de diálogo! já me taxou e pronto! resolveu seu problema ao me colocar do lado oposto. Você e sua laia se acham monopolistas do bem alheio, e no fundo o que almejam é o próprio bem. É SUBSTITUIR àqueles a quem criticam.
Não o deixarei sem respostas também, Humberto. Sei que vc não tem remédio, mas os leitores do seu blog (quantos são?) merecem essa consideração.

Humberto Carvalho Jr. disse...

Sr. do pseudônimo,

"Você parou para ver os "brucutus" de professores nessa baderna?", foi o que você disse. Está aí para quem quiser ler. Quem faz baderna é baderneiro. Consulte um dicionário, professor.

Agora você me preocupou. Um professor com a mente tão desarranjada como a sua é o prenúncio de uma tragédia social. Espero que seus alunos tenham bons professores como referência.

Mais

"Em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira (19), na Avenida Paulista, os professores da rede estadual de São Paulo aprovaram a manutenção da greve por tempo indeterminado. A categoria paralisou as atividades no último dia 8, reivindicando reajuste salarial de 34,3%, entre outros pontos. A adesão é de cerca de 90%, segundo a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo)", publicou o Vermelho.Org.

Que tal 60 mil vagabundos contra o seu governador? Um número bastante expressivo, não?

Minha laia está a favor desses vagabundos, sim. Não terá "remédio" que me faça desaprová-los por desejarem melhores condições de vida (ou trabalho.

Também acho que os leitores do Imprensa Marginal precisam ver as suas respostas. Como disse antes, elas são exemplos imprescindíveis do pensamento mais conservador, existente em nossa sociedade.

politicthings disse...

ô céus!! eu não disse que os profesores são brucutus, mas que ali havia um monte de brucutus, travestidos de professores! e nesse caso dessa manifestação, NINGUÉM ali estava reivindicando melhores condições nem de vida e muito menos de bom ensino! estão ali fazendo arruaça política sim!terrorismo eleitoral! campanha para denegrir o adversário petista. Apenas isso! E, meu chapa, MEU GOVERNADOR uma OVA!! que eu não tenho governador nenhum!naum tenho que defender ninguem! muito menos um governador, mas o que não admito é baderna e banditismo!
Olhe como você confunde tudo e não sabe "ler" as coisas... é por isso que precisa das suas apostilas e receitas de bolo! por sinal, aprendeu direitinho!